Destaque

CORONAVÍRUS: ÁFRICA DO SUL DETECTA PRIMEIRO CASO

Isso eleva para 27 o número de casos de coronavírus relatados na África. A Argélia é a mais afetada, com 17 casos, seguida pelo Senegal, com quatro.

O casal sul-africano, que tem dois filhos, fazia parte de um grupo de 10 que retornou da Itália em 1º de março, disse o ministro da Saúde, Zweli Mkhize.

O homem e o médico que o examinaram estavam ambos isolados, acrescentou.

Uma equipe rastreadora foi enviada à província de KwaZulu-Natal, no leste, para identificar pessoas que poderiam estar em contato com o homem e o médico, disse Mkhize.

Com apenas um punhado de casos de coronavírus detectados em toda a África, os governos tiveram um tempo extra valioso para aumentar suas capacidades de teste e tratamento, relata o correspondente da BBC na África, Andrew Harding.

Leia também: HÁ UM CASO DE CORONAVIRUS NA ÁFRICA DO SUL

Mas há preocupações específicas de que na África do Sul – lar da maior epidemia de HIV no mundo – o sistema imunológico de milhões de pessoas já foi enfraquecido, deixando-as potencialmente mais vulneráveis a esse novo vírus, acrescenta ele.

Dois outros sul-africanos que foram hospitalizados no Japão com o coronavírus se recuperaram e voltariam para casa em breve, disseram outras autoridades.

A dupla havia sido hospitalizada no Japão depois de ter sido levada para terra do navio Diamond Princess no qual eles estavam trabalhando.

As pessoas a bordo do navio foram colocadas em quarentena em janeiro, quando um passageiro que desembarcou em Hong Kong deu positivo para o coronavírus.

O governo da África do Sul disse que estava em um “estágio avançado” com seu plano de trazer seus cidadãos de volta da cidade de Wuhan na China, o epicentro do surto.

“Um total de 184 sul-africanos indicou seu desejo de serem repatriados”, acrescentou o comunicado.

Fonte

Continua Após A Propaganda.
Comentários

Publicidade
Botão Voltar ao topo