Destaque

Primeiro Ministro do Canadá junta-se a protestos e ajoelha-se contra racismo

O primeiro-ministro canadiano Justin Trudeau juntou-se à multidão e ajoelhou-se durante os protestos contra o racismo e a violência policial, que decorreram em Ottawa, esta sexta-feira, em frente ao Parliament Hill.

À chegada do Parliament Hill, o primeiro-ministro do Canadá não discursou, mas bateu palmas e acenou ao ouvir os discursos de outros, incluindo o momento em que um dos presentes disse que “não existe meio termo no racismo”, reporta a CNN. 

A multidão permaneceu em silêncio durante quase nove minutos – o mesmo tempo que Derek Chauvin pressionou o pescoço de Floyd com o joelho.

O protesto desta sexta-feira foi  apenas um dos muitos que se realizaram desde a morte de George Floyd.

Na passada quarta-feira, uma questão sobre a reação de Donald Trump face aos protestos que decorrem em vários estados norte-americanos (e não só), deixou Justin Trudeau em silêncio, durante 21 segundos. 

Continua Após A Propaganda.

Os protestos decorrem agora um pouco por todos o mundo, sendo que várias cidades portuguesas juntaram-se este sábado à campanha de solidariedade mundial contra o racismo, associando-se à luta pela dignidade humana na sequência da morte, em 25 de maio, do afro-americano George Floyd.

Fonte

Comentários

Propaganda

Deixe uma resposta

Botão Voltar ao topo